O que não faz uso da vara odeia seu filho,
mas o que o ama, desde cedo o castiga.
Assim diz a sabedoria do Provérbios 13.24 (Almeida Corrigida Fiel). “Odiar” certamente soa forte aos ouvidos modernos. Em hebraico o termo é “śânê’”. Em Provérbios, ele é usado 25 vezes para mostrar a atitude daquele que desprezou o conhecimento (1.22, 29) e a disciplina (5.12), a atitude de desprezo e rejeição de Deus para com o pecado (6.16), a atitude do homem piedoso para com o pecado (8.13) e outros usos. Veja que em Provérbios 13.24 o termo é contrastado com amar. Ou seja, o texto diz que quem ama seu filho tem uma atitude (disciplinar fisicamente) e quem não faz isso, tem o sentimento oposto ao amor: desprezo, ódio.

Eu amo meu filho, jamais bateria nele

Mas alguém pode falar: “Odiar meu filho? Eu não bato nele porque o amo! Como eu  poderia infligir dor a ele?” John Piper, no vídeo abaixo, entende que essa concepção é fruto da cultura atual e que ela não considera que o próprio Deus nos disciplina através da dor (Hebreus 12).


Porém, não é só isso que Provérbios fala sobre o uso da vara. Provérbios 29:15 afirma que “A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe”; e é justamente a consequência dessa sabedoria proverbial que a Suécia está enfrentando, na prática, hoje em dia, por proibir as palmadas: uma geração de crianças mimadas.
Cabe ressaltar que a defesa da palmada não é uma defesa do abuso físico. Como John Piper coloca no vídeo, “Bater é uma aplicação controlada de um ato não danoso de dor branda que faz a criança ver a seriedade do que ela fez”. Além do mais, é importantíssimo ressaltar que a base da educação de filhos cristã não está na disciplina corretiva (vara), mas formativa (ensino e diálogo):
“Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR.  Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.” (Deuteronômio 6.4-7)
“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” (Provérbios 22.6)
Se você é um pai ou uma mãe e gostaria de aprender mais sobre como educar seus filhos no caminho do Senhor, recomendamos estes livros:
Empenhe-se na educação de seus filhos!

Por Vinícius Musselman Pimentel © 2014 Voltemos ao Evangelho

PERMISSÕES: Você está autorizado e incentivado a reproduzir, distribuir ou divulgar este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério, e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.