E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã o dia sexto. – Gênesis 1:31
Se você se dedicar  verdadeiramente ao estudo, descobrirá que o Antigo Testamento é uma rapsódia maravilhosa a respeito da criação natural. Começa com Moisés, e quando chegar a ordem levita, você o encontrará ativo, em sua aguda consciência da presença de Deus em toda criação. Passe, agora, para o livro de Jó e nas sessões finais ficará assombrado com a sublimidade da linguagem que descreve o mundo a nossa volta.
A seguir, passe para os salmos, e encontrará Davi dançando, literalmente, com prazer extasiado, ao contemplar as maravilhas do mundo de Deus.
Comece a ler o livro de Isaias, e encontrará as mais sublimes imagens e comparações. Elas não são irreais nem excêntricas, mas são uma apresentação das maravilhas da criação, conforme o profeta observava.

Esses homens, que foram alguns dos mais santos e piedosos homens daqueles tempos antigos, revelaram, em seus textos, que estavam intensamente apaixonados pro cada beleza natural a sua volta. Mas sempre consideravam a natureza como o artesanato de um criador glorioso, todo poderoso e que tudo sabe.


Aiden Wilson Tozer


Avatar
A. W. Tozer (1897-1963) pastoreou igrejas da Aliança Cristã e Missionária por mais de 30 anos. Apesar de não ter freqüentado seminário, seu amplo conhecimento bíblico, o forte impacto de sua pregação e a prolífica criação literária (escreveu mais de 40 livros) renderam-lhe a concessão de dois doutorados honorários. Tozer é reputado entre os maiores pregadores de todos os tempos.