Imagem: reprodução

O “inuíte” é a língua usada pelos moradores do Ártico e falada por pelo menos 30 mil esquimós que vivem principalmente no Canadá, Alaska e Groelândia.
A bíblia foi traduzida pela primeira vez à um dos poucos idiomas em que considerados inacessiveis, o inuíte.

Segundo a agencia católica ACI, estudiosos e biblistas do Alaska, Nunavut e Groelândia participaram do primeiro congresso de Tradução de bíblias em Toronto, Canadá. O congresso tinha por finalidade apresentar a importância da tradução da bíblia para mais de 30mil esquimós quem vivem no Canadá, Alaska e Groelândia.
Por primeira vez na história, a Bíblia foi traduzida para um dos poucos idiomas que ainda estão na lista dos “não disponíveis” como o inuíte, língua materna dos esquimós.
As sagradas escrituras foram publicadas e 2012 depois de 30 anos de trabalho no idoma “inuktitut”, um dialeto do “inuíte”.
“Traduzir o texto sagrado em vários dialetos locais ajuda a conservá-los e transmiti-los às gerações futuras”, disse Rejean Lussier, um dos estudiosos que participou do projeto ao Diário Italiano Avvenie.
Segundo os responsáveis do projeto, nenhum livro contribuiu tanto na alfabetização como a bíblia. É a conservação do idioma tradicional dos moradores do ártico.
Inuíte é o nome genérico de um dos grupos de pessoas que habitam do Ártico. Elas possuem características físicas que os ajudam a sobreviver no frio. Os cílios são pesados, para proteger os olhos do resplendor do sol na neve, geralmente são de baixa estatura e robusto para reter mais calor e falam o idioma inuíte.
Os inuítes vivem no norte do Canadá, Alska e Groelândia. Calcula-se que são mais de 100.000 habitantes, se desenvolvem de forma nômade, seguindo as migrações dos animais que caçam para sobreviver, entre eles: ursos, baleias e focas.
O Evangelho de Cristo tem ido até os confins da terra, e apesar de que há muitos lugares a serem evangelizados e que ainda há muitos idiomas e dialetos ter a bíblia impressa em sua língua, é motivo de grande alegria saber que tem homens e mulheres dispostos à fazê-lo, apesar de ser um trabalho árduo, longo e cansativo.

Com informações NT