BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER
Pergunta 35. O que é santificação?
Resposta: Santificação é a obra da livre graça de Deus, pela qual somos renovados em todo o nosso ser, segundo a imagem de Deus, habilitados a morrer cada vez mais para o pecado e a viver para a retidão.
Há vários termos apresentados na Bíblia que retratam a idéia de santificação:
a) despojamento do velho homem (Ef 4.22);
b) despojamento do corpo da carne (Cl 2.11);
c) morte da natureza terrena (Cl 3.5);
d) crucificação da carne (Gl 5.24);
e) revestimento do novo homem (Ef 4.24; Cl 3.10);
f) renovação da mente (Rm 12.1);
g) andar no Espírito (Gl 5.25)

Portanto, pelos termos usados na Bíblia para santificação, podemos afirmar que ela é a mortificação do velho homem e a vivificação do novo homem em Cristo (Rm 6.11-13).
Não existe santificação à parte da obra de nosso Senhor Jesus Cristo, por isso somente os eleitos são santificados (Ef 1.3, 4).

O propósito de Deus com a nossa santificação é que sejamos conformados à imagem de Cristo, seu Filho (Rm 8.29; II Co 3.18).

A santificação da nossa vida é a prova de que o Espirito Santo aplicou a salvação de Cristo em nosso coração e nos fez nascer de novo em Jesus. Além disso, é também a condição de sermos cheios de esperança quanto à sua volta (1 Jo 3.2, 3).

O principal instrumento da nossa santificação é a Palavra de Deus (Jo 17.17; II Tm 3.16, 17). Quem não lê a Bíblia, não busca a santificação e deve se preocupar quanto a ser nascido de novo em Cristo.
A disciplina do Senhor é outro instrumento importante de santificação, pois, por meio dela, Deus nos corrige a fim de participarmos da sua santidade (Hb 12.10, 11).

Uma questão que surge quando falamos de santificação é a respeito de quem é o responsável por ela. A Bíblia nos ensina que Deus é quem nos santifica nos conformando à imagem de seu Filho (Rm 8.29; II co 3.18). Porém, há textos em que o Senhor também nos exorta a nos conformarmos à imagem de Jesus (Rm 12.1; II Co 7.1; I Pe 1.14-16). Desta forma, afirmamos que a santificação é obra da graça de Deus em nossa vida, mas também um dever do cristão com o qual devemos nos envolver e cooperar com o Senhor.

Há textos na Bíblia, como Mt 5.48 e Cl 1.28, que, inicialmente, poderiam nos dar a idéia de que é possível a santificação total nesta vida porque nos falam de sermos perfeitos em Cristo. No entanto, como interpretamos a Palavra de Deus à luz da própria Palavra de Deus, entendemos que os textos mencionados nos falam de crescimento em maturidade e desenvolvimento na vida cristã, porque há passagens que mostram exatamente a impossibilidade de alcançarmos a perfeição nesta vida (Pv 20.9; I Jo 1.8).

O próprio apóstolo Paulo tinha a consciência de que o pecado era uma realidade em sua vida e, por isso Cristo, por meio de quem Deus nos santifica, era a razão do seu louvor (I Tm 1.15-17).


Maique Borges


Avatar
Maique de Souza Borges, é um teólogo autodidata, estudante e amante da música sacra. Com o intuito de proclamar as Boas Novas, e convidar os brasileiros para voltarem à centralidade da Palavra de Deus, criou o blog Cooperadores do Evangelho. É casado com Poliana Borges e é o pai do Miguel.